Fotos : ASPAFF EM AÇÃO

sexta-feira, 25 de março de 2011

ASPAFF CHAPADA NORTE participará do "1º Workshop A Mata Atlântica é Aqui".


A Fundação SOS Mata Atlântica estará realizando o "1º Workshop A Mata Atlântica é Aqui", um evento de 2 dias que tem como objetivo motivar, trocar experiências e trabalhar o fortalecimento das parcerias locais por onde passou por mais de 79 municípios a exposição itinerante "A Mata Atlântica é Aqui", durante os últimos 2 anos em todo Brasil.

O evento acontecerá na cidade de Itu - SP nos dias 08 e 09 de Abril no centro de experimentos florestais SOS Mata Atlântica - Grupo Schincariol (Itu-SP).Serão abordados temas como Educação Ambiental, Mobilização Social e Fortalecimento Institucional, Estratégias de Capitação de Recursos, entre outros.

A ASPAFF CHAPADA NORTE, que foi escolhida entre 20 participantes, já está confirmada no evento e encaminhará para representar O 1º Secretário Richard Silva, que terá suas despesas com transporte aéreo e terrestre, alimentação e hospedagem totalmente pagas pelo projeto.

Será uma oportunidade impar, agregando muito valor nas causas sociais e ambientais em que a ASPAFF CHAPADA NORTE está desenvolvendo ao longo de 3 anos de fundação e atividades em Jacobina - BA e Chapada Norte.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Membros da ASPAFF CHAPADA NORTE participarão de capacitação para implantação do Cine Mais Cultura em Jacobina - BA.

Acontecerá na cidade de Salvador-BA, de 03 a 08 de Abril a oficina de capacitação do projeto Cine Mais Cultura do Estado da Bahia, projeto contemplado pela ASPAFF CHAPADA NORTE que estará implantando uma sala de cinema no ECLEM (Espaço Cultural Luís Eduardo Magalhães), concha acústica, localizada na Praça da Missão, Jacobina - BA.

O projeto terá como meta exibições de filmes e documentários que valorizem o cinema brasileiro e a produção nacional, tendo em vista exibições para a comunidade local resgatando o cinema regional.

Participarão da capacitação na cidade de Salvador-BA, os membros e associados da ASPAFF CHAPADA NORTE Daniel Guerra e Thiago Pires.

terça-feira, 22 de março de 2011

22 de Março é o Dia Mundial da Água


O dia 22 de Março é o Dia Mundial da Água e foi criado pela assembléia geral da organização das nações unidas em 22 de fevereiro de 1993. Logo após esta data, o 22 de março é lembrado como o dia mundial da água, que tem como objetivo levantar discussões aos problemas relacionados ao abastecimento de água potável, orientar a importância de se preservar este bem comum a todos e também aumentar a consciência pública sobre a importância de conservação, preservação e proteção da água, fontes e suprimentos de água potável.

O Brasil é o país mais rico do mundo em termos de reservas hídricas, contendo 13,7 % da água doce disponível no planeta, a maior área úmida continental do mundo (Pantanal), as mais extensas florestas alagadas (Amazônia) e uma fauna aquática incrivelmente rica.

Vamos cuidar do nossos rios, saber cuidar, usufruir e gerir este recurso é responsabilidade de todos nós Brasileiros.

Foto: Rio São Francisco (Richard Silva).

sexta-feira, 18 de março de 2011

Membros da ASPAFF e ECO-SISTEMA esportes fazem matéria para a Rede Bahia de Televisão.


Na última quinta-feira (17-03), os membros da ASPAFF CHAPADA NORTE e também membros da ECO-SISTEMA esportes, Wesclei Reis e Daniel Guerra foram entrevistados pelo repórter Pedro Canísio, com imagens feitas pelo cinegrafísta Antonio Amorim, ambos da Rede Bahia de Televisão.

A matéria foi feita com os temas esportes radicais e ecoturismo sendo gravada na cachoeira Véu de Noivas em Itaitu com os integrantes fazendo rapel e escalada e vai ao ar no próximo sábado (26-03) as 08:45h no programa Bahia Esportes, exibido pela Rede Bahia de Televisão.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Joan Sodré - Canção Preferida.

video

Grande Show de Joan Sodré no Balaio Cultural, Feira de Arte, Cultura e Meio Ambiente de Itaitu, Jacobina - Bahia.

terça-feira, 15 de março de 2011

3º Balaio Cultural, Balaio de Tudo !!!

Balaio de tudo.

Vamos falar de alegria,
vamos falar de carnaval,
falar de dança improvisada,
que de tal forma foi dançada,
que ate o velho mestre de voz embargada,
agradecia as palmadas, que a multidão extasiada,
nesse momento brandia.

falaremos também de outra emoção,
o medo tomou conta de susto se sorriu,
quando um bando de cão na noite surgiu,
trazendo a correria e a comoção,
das crianças que ate ali então, desavisadas sorriam,
também a preocupação trazia, de um anjo guardião,
que a esse bando de cão, com coragem combatia,
tinha também a desgraça que com alegria e graça a multidão divertia.

tinha poesia e arte,
tinha pandeiro e fanfarra,
tinha carrom e guitarra,
que de longe se ouvia,
teve mocinha faceira,
que virou forrozeira,
com toda essa sonzeira,
que na pedra grande se fazia.

sem falar das oficinas,
convidando meninos e meninas,
a conhecerem a educação ambiental,
dessa forma meus amigos, digo a vocês com muito orgulho,

ESSE FOI O 3º BALAIO CULTURAL

Por Márcio Oliveira

quinta-feira, 10 de março de 2011

Balaio Cultural: uma viagem de surpresas e encantos!















Reflexão e ação! Durante o 3º Balaio Cultural: feira de Arte, Cultura e Meio Ambiente de Itaitu, nativos e visitantes experimentaram a essência desta vila de encantos. Em três dias de festa, apresentações culturais típicas da região, oficinas socioeducativas, esportes radicais e trilhas possibilitaram a troca de saberes e uma envolvente interação.

No primeiro dia, banda de Pífanos do Campo do Silva e o grupo Os Cãos animaram Itaitu. Ao som de flautas e bumbos, o Pífano movimentou a vila. Com gritos de guerra e muita chama, Os Cãos assustaram, divertiram e alegraram os admiradores da tradição. Homenageando o fundador do grupo, o saudoso Waldemar Pereira, conhecido por Fecha Beco, eles se reuniram em frente ao palco para manifestar o respeito e a gratidão do idealizador desta manifestação única. No embalo da festa, houve quem incorporou, de fato, a fantasia, e, sendo Cão pela primeira vez, representou muito bem o personagem munido do forte xadrez, de foice e fogo.


Houve espaço também para os músicos de plantão. Era o Sarau Cultural, que, sem ensaio, reunia os artistas no palco para “fazer o som”. Não deixando a desejar, a plateia pulou e cantou ao som de ritmos variados: pop rock, forró, reggae... Mais tarde, foi a vez do artista da terra Joan Sodré levar o público ao delírio com canções próprias e sucessos raulseixistas. Mas não para por aí...


A praça de Itaitu se tranformou num espaço plural. As diversas barracas com os mais variados produtos ofereciam arte, criatividade, sabor e saber aos transeuntes. Exposições fotográficas, camisetas transadas com o lema Be Strong e Life Natura e produtos rústicos confeccionados por rippies chamaram a atenção do público. Para os nativos, era um maneira de se reconhecer, já que parentes e amigos apareciam nas fotografias dos Payayá. Para os visitantes, uma oportunidade de sentir os valores locais e viajar pela magia desta vila de Pedras Grandes.


No segundo dia deste Balaio Cultural, a Filarmônica Juvenil Rio do Ouro, representando o Projeto Filarmônica nas Escolas – Ponto de Cultura da Bahia, agraciou crianças, jovens, adultos e idosos com melodias harmoniosas. Na sequência, Recicla Som mostrou seus dotes com instrumentos reciclados. Como diz o mestre do grupo, o conhecido Jal, é uma proposta que “une música e preservação ambiental”. Na sua apresentação, Jal Nunes relembrou ao público a necessidade de “jogar o lixo no lixo” e reaproveitá-lo, citando o exemplo do próprio grupo, afinal, consciência ambiental ainda é algo incipiente na atitude dos cidadãos presentes na vila.


Ao longo do dia, o Pífanos do Campo do Silva continuou a animar os itaituenses, pois neste momento visitantes e nativos se confudem. Dinho do Pandeiro não resiste e se envolve com o grupo em meio a batucadas. Pablo Antônio, músico e poeta, recita versos de sua autoria e trechos de autores consagrados, envolvendo a plateia, que vibra com sua interpretação. Ao som do reggae de Essência Natural e debaixo de algumas pancadas de chuva, os pés e as mãos da plateia “bailavam no ar”.


Terceiro dia. Chegando ao final, a oficina de pintura ministrada por Cícero Mattos reuniu a criançada durante toda a manhã. Meninos e meninas da vila e de outras localidades agitavam o casarão, onde, posteriormente, funcionará a Casa de Arte e Cultura de Itaitu. Para acalmar os ânimos, música, pincel, tinta e papel metro. As telas improvisadas revelaram jovens talentos, que, empolgados, deram asas à imaginação e forma à criatividade. À noite, os painéis decoraram o palco com cores e desenhos da criançada.


A tarde as antigas marchinhas carnavalescas quebraram o silêncio da vila entoadas pela centenária Filarmônica 2 de Janeiro, que arrastou o público pelas ruas e becos de Itaitu. No início da noite a Dança de Fitas de seu Raimundo também agitou a praça ao lado da Banda de Pífanos do Moreira. Mas desta vez as dançarinas não foram as crianças da vila. Os visitantes aceitaram o desafio e, após um rápido ensaio, trançaram as fitas coloridas em ritmo de festa. Seguindo a programação, o palco é ocupado por grupos de amigos que se reencontram para mais uma vez tocar antigos sucessos e recitar poesias no Sarau Cultural, que se despede com o gingado do nativo “Fernando Dançarino”, que ovacionado por gritos e sussurros faz simplesmente o público gargalhar felicidade. Para fechar a noite, Kadosh e os Sandálias de Couro relembraram sucessos da MPB, do forró pé de serra e canções próprias.


E o que ficou? Para os nativos, os frutos do Balaio e a tranquilidade desta terra de encantos. Para os turistas, uma profunda saudade e um gostinho de quero mais.


Obrigado a todos que fizeram parte desta festa...


Equipe Balaio Cultural.


Contribuição:Verusa Pinho


Fotos : Richard Silva (ASPAFF CHAPADA NORTE).

quinta-feira, 3 de março de 2011

Moradores de Itaitu disponibilizam casas para alugar durante o Balaio Cultural 2011

Na última quarta- feira (02-03) ,os membros da ASPAFF CHAPADA NORTE visitaram a vila de Itaitu para ajustar alguns pontos relevantes para a realização do Balaio Cultural 2011. Na ocasião , foi feito um breve levantamento com os moradores locais da vila de Itaitu sobre possíveis casas a disposição para serem locadas durante o evento. O resultado foi positivo no sentido de ainda poder encontrar algumas casas para locação com preços variados de acordo com as condições do imóvel.

O evento acontecerá neste final de semana nos dias 5,6 e 7 de março e contará com a presença de turistas de diversas localidades que irão se encantar com as belas paisagens do lugar e se divertir com a animada programação do Balaio Cultural 2011.

Para maiores informações para locação de casas, Disk para a Pousada e Restaurante da Elaine pelo número (74) 3624-2031 e Restaurante Dona Marinalva pelo número (74) 3624-2000 e outras informações relevantes ao Balaio Cultural disk (74) 8114-1558, (74) 9198-4416.

Venha e se encante com as belezas naturais de Itaitu, o Balaio espera por você !!!

terça-feira, 1 de março de 2011

Programação do Balaio Cultural é definida em reunião da ASPAFF CHAPADA NORTE

Após mais uma reunião da ASPAFF CHAPADA NORTE, a comissão organizadora do Balaio Cultural, feira de arte, cultura e meio ambiente de Itaitu, definiu a programação deste grande evento que acontecerá nos dias 5,6 e 7 de março na Vila de Itaitu, Jacobina - BA.

Segue a programação do 3º Balaio Cultural, feira de arte, cultura e meio ambiente de Itaitu;

05 de março (Sábado)

14:30 h Abertura

15:00 h Banda de Pífano do Campo do Silva

16:30 h Os Cãos

18:30 h Cinema na Praça

19:00 h Sarau Cultural (Apresentações Livres)

22:00 h Joan Sodré e Banda

06 de março (Domingo)

09:00 h Oficinas: Sala A - Pintura (Cícero Matos). Sala B - Teatro (Farias)

13:00 h Fórum Ambiental

15:00 h Reciclasom

16:30 h Filarmônica Juvenil Rio do Ouro

18:00 h Dança de Fitas

18:30 h Cinema na Praça

19:00 h Sarau Cultural (Apresentações Livres)

22:00 h Essência Natural

07 de março (Segunda)

09:00 h Oficinas: Sala A - Pintura (Cícero Matos). Sala B - Teatro (Farias)

13:00 h Palestra “Saúde para Todos”

15:00 h Filarmônica 2 de Janeiro

16:30 h Zabumba do Moreira

18:00 h Cinema na Praça

18:30 h Sarau Cultural (Apresentações Livres)

22:00 h Kadosh e Os Sandálias de Couro

Obs. Paralelamente à programação serão realizadas: exposições artísticas, fotográficas, artesanais e comerciais

Programação Sujeita a Alteração.